NARCISA AMÁLIA E AS INTEMPÉRIES DA PRODUÇÃO LITERÁRIA FEMININA

Anna Faedrich

Resumo


Este trabalho é fruto de uma pesquisa maior, que prioriza o resgate de nomes femininos deixados à sombra das histórias de literatura brasileira, integrando uma luta por reconhecimento que é decisiva para que se alcance maior igualdade. O presente estudo dedica-se ao levantamento biográfico e bibliográfico da poetisa Narcisa Amália (1852- 1924), à análise interpretativa de sua obra lírica, ao rastreamento de sua participação direta ou citações na imprensa periódica carioca, mas também à compreensão dos mecanismos de banimento pelo discurso sócio- histórico. Por ora, importa-nos destacar a relevância política de reinterpretar a historiografia nesses diversos campos, em particular, a historiografia literária. Acreditamos que resgatar e dar o devido relevo a nomes como este contribui para a elaboração de uma nova História da Literatura Brasileira, em que os perfis femininos recebam espaço de análise e de consideração, bem como a permanência na tradição literária brasileira.


Palavras-chave


Escritoras brasileiras; Literatura Brasileira; Século XIX; História Literária; Narcisa Amália

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Anna Faedrich

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.