A ESPIRITUALIDADE SUMÉRIA COMO AGENTE DO PLURALISMO RELIGIOSO MESOPOTÂMICO

Túlio Toledo, Luana Telles

Resumo


O presente artigo busca apresentar e esclarecer questões relacionadas ao contexto religioso da Suméria. A diversidade de povos no território mesopotâmico e suas distintas representações aparecem como importantes modelos de estruturação civilizacional e religiosa do Oriente Próximo. Para entender tal cenário, foi necessário, primeiramente, um estudo do contexto histórico-religioso-político da região do Sul da Mesopotâmia. Ao analisar esse contexto presente na idade antiga, reconhece-se a presença de um intenso pluralismo religioso e suas variadas manifestações no cotidiano dessas culturas, além de um intenso sincretismo, em que, a base desse sistema religioso ancorava-se nos ideais sumérios. A importância da simbologia dos templos e das divindades padroeiras sustentava o imaginário tanto dos indivíduos, como do funcionamento daquelas cidades.

 


Palavras-chave


Mesopotâmia; Suméria; Religião; Cosmogonia; Zigurate.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/nearco.2020.48834

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 NEARCO - Revista Eletrônica de Antiguidade e Medievo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.