A Instrumentalização das Fake news nas Guerras Híbridas: uma análise a partir do Golpe na Bolívia (2019) | The Instrumentalization of Fake news in Hybrid Wars: an analysis based on the Coup in Bolivia (2019)

Maria Beatriz Oliveira da Silva, Ana Elisi Carbone Anversa, Thomaz Delgado De David

Resumo


Considerando as transformações do capitalismo e a reconfiguração do imperialismo, as Guerras Híbridas surgem no século XXI como parte de uma nova estratégia para a desestabilização política da periferia global. Sua tática mescla diferentes tipos de ataques, inclusive virtuais, com a finalidade de destituir governantes e realinhar politicamente os países atingidos aos interesses do centro global, especialmente dos Estados Unidos. À vista disso, o presente artigo objetiva identificar como as fake news foram instrumentalizadas na Guerra Híbrida contra a Bolívia, que culminou na renúncia do então Presidente Evo Morales, em 2019. Para tanto, emprega-se o método de abordagem materialista histórico-dialético, o método de procedimento histórico e a técnica de pesquisa documental. Os resultados obtidos apontam que a instrumentalização das fake news ocorreu de maneira sistemática, manipuladora e impactou a ocorrência do golpe em um contexto de Guerra Híbrida.

Palavras-chaves: Guerras Híbridas; Bolívia; Estados Unidos.

ABSTRACT

Considering the transformations of capitalism and the reconfiguration of imperialism, the Hybrid Wars emerge in the 21st century as part of a new strategy for the political destabilization of the global periphery. Its tactic mixes different types of attacks, including virtual ones, with the purpose of removing governors and to politically realign the affected countries to the interests of the global center, especially of the United States. Considering this, the present article aims to identify how fake news were instrumentalized in the Hybrid War against Bolivia, which culminated in the resignation of then President Evo Morales, in 2019. In order to that, the historical-dialectical materialist approach is employed, as well as the historical procedure method and the documentary research technique. The results obtained indicate that the instrumentalization of fake news occurred in a systematic and manipulative way and impacted the occurrence of the coup in a Hybrid War context.

Keywords:  Hybrid Wars; Bolivia; United States.

 

Recebido em: 10 jun. 2021 | Aceito em: 19/09/21.


Palavras-chave


Guerras Híbridas; Bolívia; Estados Unidos.

Texto completo:

PDF

Referências


Barbosa, E. (2018). FAKE NEWS E SUBJETIVIDADE: a psicologia social no caso Marielle Franco. Anais do XIV Encontro de Iniciação Científica da UNI7, 8(1). Disponível em: https://periodicos.uni7.edu.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/616 [Acesso em: 03 set. 2021].

Bello, E. (2018) A cidadania no constitucionalismo latino-americano. 2ª ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris.

BOLIVIA VERIFICA (2021) Bolivia Verifica. Disponível em: https://boliviaverifica.bo/ [Acesso em: 03 setembro 2021].

Castro, F. S. M D.; Guerra, S. M. G.; Lima Filho, P. A. D . (2020) ‘Bolívia pré-golpe: notas de um estudo de campo’. Fim do Mundo, (1), pp. 104-133. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/RFM/article/view/10188 [Acesso em: 20 abr. 2021].

D’Ávila, M. (2020) E se fosse você? sobrevivendo às redes de ódio e fake news. Porto Alegre: Instituto E se Fosse Você.

Estado Plurinacional da Bolívia. (2009) Constituición Política del Estado Plurinacional de Bolívia. Disponível em: https://tcpbolivia.bo/tcp/sites/default/files/images/pdf/CPE/CPE%20Aymara.pdf [Acesso em: 23 maio 2021].

FMI (2019). World Economic Outlook, April 2019. Growth Slowdown, Precarious Recovery. Disponível em: https://www.imf.org/en/Publications/WEO/Issues/2019/03/28/world-economic-outlook-april-2019#Full%20Report%20and%20Executive%20Summary [Acesso em: 25 abril 2021].

Freitas, I. (2019) Guerra híbrida contra o Brazil. Porto Alegre: Liquidbook.

Grinberg, N., et al (2019). Fake news on Twitter during the 2016 U.S. presidential election. Science. Disponível em: https://www.science.org/doi/abs/10.1126/science.aau2706 [Acesso em: 02 setembro 2021].

Guevara, C. F. (2019) Cinco estratégias da guerra híbrida na Bolívia. Disponível em: https://iela.ufsc.br/noticia/cinco-estrategias-da-guerra-hibrida-na-bolivia [Acesso em: 02 abril 2021].

Harvey, D. (2014) O novo imperialismo. São Paulo: Loyola.

Idrobo, N.; Kronick, D.; Rodríguez, F. (2020) Do Shifts in Late-Counted Votes Signal Fraud? Evidence From Bolivia. Disponível em: https://ssrn.com/abstract=3621475 [Acesso em: 19 maio 2021].

Kalsnes, B. (2018). ‘Fake news’. Oxford Research Encyclopedias. Disponível em: https://oxfordre.com/communication/view/10.1093/acrefore/9780190228613.001.0001/acrefore-9780190228613-e-809 [Acesso em: 02 set. 2021].

Korybko, A. (2018) Guerras híbridas: das revoluções coloridas aos golpes. Trad: Thyago Antunes. São Paulo: Expressão popular.

Laing, A. (2020). Bolívia contrata empresa de lobby acusada pelo Facebook de fake news. Disponível em: https://www.reuters.com/article/bolivia-empresa-lobby-idBRKBN25V02U-OBRIN [Acesso em: 01 maio 2021].

Leite, L. D. M. (2014) ‘Sobre as teorias do imperialismo contemporâneo: uma leitura crítica’. Economia e Sociedade. 23(2), pp. 507-534. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ecos/v23n2/0104-0618-ecos-23-02-0507.pdf [Acesso em: 04 abr. 2021].

Leonel Júnior, G. (2021) ‘Os dez anos da constituição do Estado Plurinacional da Bolívia: resistir entre a pandemia e um golpe’. Culturas Jurídicas, 8, pp. 1-18. Disponível em: https://periodicos.uff.br/culturasjuridicas/article/view/47129/28685 [Acesso em: 03 abr. 2021].

Levitsky, S.; Roberts, K. M. (2011) Latin America’s “left turn”: a framework for analysis. In: Levitsky, S.; Roberts, K. M. (Orgs.). The resurgence of Latin American left. Baltimore: The Johns Hopkins University Press.

Lind, W. S. (2015). 4th Generation Warfare Handbook. Kouvola: Castalia House, 2015.

Luigi, R. (2020) ‘A crise na Bolívia: da renúncia do presidente Evo Morales à convocação de novas eleições’. Boletim de Conjuntura, 1(3), pp. 34-40. Disponível em: https://revista.ufrr.br/boca/article/view/Luigi/2837# [Acesso em: 25 maio 2021].

Michalski, R.; Paula, L. T. D. (2019) ‘Os bots de disseminação de informação na conjuntura das campanhas presidenciais de 2018 no Brasil’. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, 9(1), pp. 1-16. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/moci/article/view/17048/13818 [Acesso em: 05 abr. 2021].

O globo (2020). Governo interino da Bolívia admite ter contratado empresa acusada de promover fake news. Disponível em: https://oglobo.globo.com/mundo/governo-interino-da-bolivia-admite-ter-contratado-empresa-acusada-de-promover-fake-news-24624561 [Acesso em: 05 abril 2021].

OEA (2019). Informe final – análisis de integridad electoral elecciones generales en el Estado Plurinacional de Bolivia. Disponível em: http://www.oas.org/es/sap/deco/Informe-Bolivia-2019/ [Acesso em: [23 abril 2021].

Osório, L. F. (2018) Imperialismo, Estado e Relações Internacionais. São Paulo: Ideias & Letras.

Penido, A.; Stédile, M. E. (2021) Ninguém regula a América: guerras híbridas e intervenções estadunidenses na América Latina. São Paulo: Expressão Popular/Fundação Rosa Luxemburgo.

Recuero, R.; Gruzd, A. (2019). ‘Cascatas de Fake news Políticas: um estudo de caso no Twitter’. Galaxia (41), pp. 31-47. Disponível em: https://www.scielo.br/j/gal/a/Kvxg4btPzLYdxXk77rGrmJS/?lang=pt [Acesso em: 02 set. 2021].

Rodrigues, B. S. (2020) Guerra Híbrida na América do Sul: uma definição das ações políticas veladas. Sul Global, 1(1), pp. 139-168. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/sg/article/view/31949/pdf [Acesso em: 03 set. 2021].

Rojas, R. (2008). Bolívia é o terceiro país da América Latina Livre de analfabetismo. Disponível em: http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Internacional/Bolivia-e-o-3%B0-pais-da-America-Latina-livre-de-analfabetismo%0D%0A/6/14577 [Acesso em: 25 abril 2021].

Santos, J. P., et al (2021) Entre golpes brandos e rígidos: uma análise crítica do livro Guerras Híbridas de Andrew Korybko. Princípios, n. 161, pp. 197-219. Disponível em: https://revistaprincipios.emnuvens.com.br/principios/article/view/129/57 [Acesso em: 03 set. 2021].

Scotelaro, M.; Ramos, L.; Teixeira, R. C. (2018) Acumulação por despossessão, novo imperialismo e neoliberalismo: notas sobre David Harvey e o Internacional. In: Bugiato, C.; Garcia, Ana (Orgs.). Dossiê “Marxismo e Relações Internacionais”. Crítica Marxista, n. 46, p. 163-172.

Soeiro, T. D. M.; Araújo, J. G. D. N.; Matos, F. J. S. D. (2020) ‘Guerras híbridas e fake news: a escalada da autoverdade’. Movimentos sociais e dinâmicas espaciais, 9 (2), pp. 55-69. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistamseu/article/view/247421/37244 [Acesso em: 30 abr. 2021].

Souza, J. (2020). A guerra contra o Brasil. Rio de Janeiro: Estação Brasil.

Souza, M. M. (2018) ‘Revoluções Coloridas e o golpe no Brasil em 2016’. Terra Livre, 2(51), pp. 16-53. Disponível em: http://agb.org.br/publicacoes/index.php/terralivre/article/view/1519 [Acesso em: 31 mar. 2021].

Stédile, M. E. (2020) ‘A Aplicação das Guerras Híbridas no Brasil’. In: Coletivo Andorinha (Org.). O Brasil contemporâneo e a democracia. Lisboa: Le Monde Diplomatique Portugal, pp. 131-152.

Valença, D. A. (2017) Disjuntivas do Processo de Cambio: o avanço das classes subalternas, as contradições do Estado Plurinacional da Bolívia e o horizonte do socialismo comunitário. 2017. 404 f. Tese de Doutorado, Direito/Programa de Pós-Graduação em Ciências Jurídicas da Universidade Federal da Paraíba. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/11841?locale=pt_BR [Acesso em: 01 abr. 2021]

Valencia, A. S. (2019) ‘Bolivia: del progresismo al golpe de Estado y la réplica de Guaidó’. Marx e o Marxismo, 7(13), pp. 431-434. Disponível em: https://www.niepmarx.blog.br/revistadoniep/index.php/MM/issue/view/15 [Acesso em: 01 abr. 2021].

Visentini, P. F. (2012) A primavera árabe: entre a nova democracia e a velha geopolítica. Porto Alegre: Leitura XXI, 2012.

Wardle, C. (2017) Fake news. It’s complicated. Disponível em: https://firstdraftnews.org/latest/fake-news-complicated/ [Acesso em: 31 março 2021].




DOI: https://doi.org/10.12957/rmi.2021.60375



Direitos autorais 2021 Maria Beatriz Oliveira da Silva; Ana Elisi Carbone Anversa; Thomaz Delgado De David

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Revista Mural Internacional | e-ISSN 2177-7314

PPGRI - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais

Rua São Francisco Xavier, 524, Pavilhão - João Lyra Filho, 9ºandar, Bloco F, sala 9037, Maracanã, Rio de Janeiro, RJ - Cep: 20550-013 - Tel. fax: (021) 2334 0678 /// E.mail –ppgri.revista@gmail.com