A nova União Européia do Tratado de Lisboa / The new European Union of the Lisbon Treaty

Autores

  • Raquel Patrício Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas/Universidade Técnica de Lisboa (ISCSP/UTL)

DOI:

https://doi.org/10.12957/rmi.2010.5317

Resumo

Suspensa nas contradições impostas pela indissolubilidade dos processos do alargamento e do aprofundamento político, a União Europeia (UE) vê, com a entrada em vigor do Tratado de Lisboa, a 1 de Dezembro de 2009, abrir-se uma etapa nova à já longa caminhada que tem permitido a construção do edifício europeu. Uma caminhada concreta de cinquenta e nove anos, mas de raízes seculares, que trouxe para a prática política o desejo de unidade do continente europeu. Esse artigo analisa a entrada em vigor do Tratado de Lisboa, suas características e desafios.

ABSTRACT

Suspended on the contradictions imposed by the indissolubility of expansion and the strengthening of political ties, the European Union, with the entry into force of the Lisbon Treaty on 1 December 2009, ushered in a new stage on the already long road that led to the construction of this European edifice. A path that has objectively taken 59 years, but is built on centuries-old roots, which has introduced to politics the desire for unity in the European continent. This article analyses the entry into force of the Lisbon Treaty, its characteristics and challenges.

Palavras-chave: União Europeia, Tratado de Lisboa, processo de integração europeia.

Keywords: European Union, Lisbon Treaty, European integration process.

DOI: http://dx.doi.org/10.12957/rmi.2010.5317

Biografia do Autor

Raquel Patrício, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas/Universidade Técnica de Lisboa (ISCSP/UTL)

Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas/UniversidadeTécnica de Lisboa (ISCSP/UTL)

Downloads

Publicado

2010-12-31

Como Citar

Patrício, R. (2010). A nova União Européia do Tratado de Lisboa / The new European Union of the Lisbon Treaty. Mural Internacional, 1(2), 30–35. https://doi.org/10.12957/rmi.2010.5317

Edição

Seção

ARTIGOS | ARTICLES