Qual Escravidão é Enlutada? Uma leitura crítica de Disposable People de Kevin Bales | Which Slavery is Grieved? A critical reading of Kevin Bales’ “Disposable People”

Gustavo Alvim de Góes Bezerra

Resumo


No livro "Disposable People: new slavery in the Global Economy", Kevin Bales analisa o trabalho escravo como componente da economia formal em diferentes países e contextos econômicos. Reconhecendo a importância da denúncia desenvolvida por Bales, este trabalho analisa o eurocentrismo na crítica do autor e a possibilidade de uma leitura comparativa da escravidão contemporânea com aquela do século XIX, destacando que, mais do que tempos históricos distintos, o que separa as práticas é também os seus significados. Essa crítica está dividida em duas partes: na primeira seção, o foco é a percepção de Bales de que formas de escravidão contemporâneas são mais cruéis que aquelas do século XIX. A segunda seção parte da crítica à diferença entre a escravidão como trabalho e a escravidão como sistema, e como, apesar de ambos envolverem profundas violências contra pessoas, essa diferença impossibilita a comparação que o autor pretende fazer.

ABSTRACT

In “Disposable People: new slavery in the Global Economy”, Kevin Bales presents how close to the formal economy is the slave labor in a number of countries and economic contexts. Acknowledging for the importance of the denouncement, this paper analyses the eurocentrism of his criticism and the possibility of comparing contemporary slavery with that of the 19th Century, by arguing that more than different historical times, both phenomena are separated also by their meaning. This criticism is divided in two: in the first section, the focus is on Bales’ perception that contemporary practices of enslavement are more cruel than that of the 19th Century. The second part of the critique focuses on the distinction between enslavement as labor and enslavement as a system and how this difference makes it impossible any kind of comparison, despite the fact that both have to do with profound violence against people.

Palavras-chave: Escravidão Contemporânea; Segunda- Escravidão; História das Relações Internacionais

Keywords: Contemporary Slavery; Second Slavery; International Relations History

Recebido em 15 de Outubro de 2018 | Received on Octubre 15, 2018

Aceito em 30 de Dezembro de 2018 | Accepted on December 30, 2018

DOI: 10.12957/rmi.2018.37818


Palavras-chave


Escravidão Contemporânea; Segunda Escravidão; História das Relações Internacionais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rmi.2018.37818



Direitos autorais 2018 Mural Internacional

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Revista Mural Internacional | e-ISSN 2177-7314

PPGRI - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais

Rua São Francisco Xavier, 524, Pavilhão - João Lyra Filho, 9ºandar, Bloco F, sala 9037, Maracanã, Rio de Janeiro, RJ - Cep: 20550-013 - Tel. fax: (021) 2334 0678 /// E.mail –ppgri.revista@gmail.com