O Brasil na promoção da democracia: redemocratização e política externa no pós-1985 | The Brazilian agenda of democracy promotion: redemocratization and foreign policy after 1985

Guilherme Ferreira Sorgine

Resumo


O artigo analisa a entrada da promoção de democracia na agenda da política externa brasileira contemporânea; movimento cujo ponto de partida é identificado na instauração da "Nova República" em 1985, havendo, a partir daí uma progressiva aproximação entre pautas sociais típicas de uma democracia em formação e a agenda de cooperação internacional do país. A partir da investigação de aspectos conceituais e factuais relacionados ao tema, são abordados possibilidades e limites da expansão da promoção da democracia dentro na agenda da Política Externa Brasileira (PEB). Frisa-se a dificuldade de convivência entre o novo compromisso normativo com a promoção da democracia e a dedicação aos tradicionais princípios da soberania nacional e da não-intervenção. Tal conflito reflete, em última instância, o equilíbrio que se deve encontrar entre inovação e tradição na PEB, em um cenário no qual as pressões sociais por maior participação na formulação de políticas públicas se avolumam na democracia brasileira.

ABSTRACT

The article analyzes the entry of democracy promotion into the agenda of contemporary Brazilian foreign policy. From the establishment of the "New Republic" (1985) on, there is a progressive approximation between patterns typical of a young democracy and the country´s foreign affairs agenda. The possibilities and limits of the expansion of the democracy promotion within the Brazilian foreign agenda are analyzed both from the conceptual and the factual points of view. The article highlights, particularly, the difficult coexistence between the new normative commitment with democracy promotion and a dedication to the traditional principles of Brazilian foreign policy, such as national sovereignty and non-intervention. Such conflict ultimately reflects the balance that is yet to be found between innovation and tradition in the Brazilian foreign policy, within a scenario characterized by mounting social pressures for greater participation in the formulation of Brazilian public policies.

Palavras-Chave: Política Externa Brasileira, Promoção de Democracia, Democracia.

Keywords: Brazilian Foreign Policy, Democracy Promotion, Democracy.

Recebido em 03 de Outubro de 2017 | Aceito em 24 de Novembro de 2017.

Received on October 03, 2017 | Accepted on November 24, 2017.

DOI: 10.12957/rmi.2016.30681


Palavras-chave


Política Externa Brasileira – Promoção de Democracia – Democracia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rmi.2016.30681



Direitos autorais

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Revista Mural Internacional | e-ISSN 2177-7314

PPGRI - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais

Rua São Francisco Xavier, 524, Pavilhão - João Lyra Filho, 9ºandar, Bloco F, sala 9037, Maracanã, Rio de Janeiro, RJ - Cep: 20550-013 - Tel. fax: (021) 2334 0678 /// E.mail –ppgri.revista@gmail.com