Ainda Eleições de Segunda Ordem? Análise da participação e dos resultados das Eleições Europeias de 2014 / Still Second-Order Elections? Analysis of the turnout and results of the 2014 European Elections

Bruno Theodoro Luciano

Resumo


Os países da União Europeia realizaram eleições para escolha dos membros do Parlamento Europeu entre os dias 22 e 25 de maio de 2014. Desde o primeiro pleito de natureza europeia, o Parlamento Europeu ganhou sucessivos poderes institucionais dentro da integração europeia, ocupando na atualidade um papel de co-legislador em quase todas as matérias comunitárias. O aumento de relevância dessa instituição ocorre simultaneamente à queda no nível de participação dos cidadãos nas eleições. A antecipação da data eleitoral de junho para maio, o contexto conjuntural de crise na zona do euro e o novo papel dos grupos políticos europeus na definição do candidato à Presidente da Comissão Europeia trazem possibilidades de reversão desse quadro de baixa participação popular e de politização das eleições europeias. Discute-se, no presente artigo, se esses elementos podem tornar essas eleições verdadeiramente europeias, haja vista a histórica predominância dos assuntos políticos nacionais nas campanhas eleitorais.

ABSTRACT

The European Union (EU) Member States held direct elections to members of the European Parliament from 22 to 25 May 2014. Since the first European elections, the European Parliament has gained successive institutional competences within the European Integration, presenting since the Lisbon Treaty a co-legislative role in almost all communitarian issues. The increase of relevance of this body is observed together with a strong decrease of citizens´ turnout in elections. The anticipation of the electoral schedule from June to May, the context of Eurozone crisis, and the new role of European political groups in the definition of the European Commission Presidency bring possibilities of changing the low level of popular turnout and politization in European elections. The present paper discuss if these elections can become truly European, regarding the historic prevalence of domestic political issues within electoral campaigns.

Palavras-chave: União Europeia. Parlamento Europeu. Eleições Europeias.

Keywords: European Union. European Parliament. European Elections.

 

DOI: http://dx.doi.org/10.12957/rmi.2014.12683

 

Recebido em 03 de setembro de 2014 / Received on September 3, 2014

Aceito em 30 de setembro de 2014 / Accepted September 30, 2014

 

 


Palavras-chave


União Europeia; Parlamento Europeu; Eleições Europeias

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rmi.2014.12683



Direitos autorais

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Revista Mural Internacional | e-ISSN 2177-7314

PPGRI - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais

Rua São Francisco Xavier, 524, Pavilhão - João Lyra Filho, 9ºandar, Bloco F, sala 9037, Maracanã, Rio de Janeiro, RJ - Cep: 20550-013 - Tel. fax: (021) 2334 0678 /// E.mail –ppgri.revista@gmail.com