‘Estados alterados da consciência’: contribuições da Esquizoanálise e Esquizodrama

Domenico Uhng Hur

Resumo


O objetivo desse artigo é discutir os ‘estados alterados da consciência’ como um dispositivo para a produção de processos de desterritorialização e singularização no campo da clínica esquizodramática. O método de trabalho parte de um estudo teórico sobre a consciência na esquizoanálise e no esquizodrama. Substituímos o termo estados alterados da consciência por modos conscienciais. Propomos um modelo de consciência enquanto máquina e agenciamento, dividido em cinco modos: I. dicotômico, II. plural, III. caósmico, IV. caótico e V. cronificado. O modo consciencial plural possui mais quatro subdivisões, ao ser articulado com os distintos diagramas de forças sociais. A partir dessa concepção teorizamos como se efetua a transição entre os modos conscienciais, em que, de uma posição consciencial cronificada, pode-se chegar a um modo consciencial plural ecosófico.


Palavras-chave


Psicologia; Filosofia; Clínica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/mnemosine.2021.61867

Apontamentos

  • Não há apontamentos.