Análise genealógica sobre a invenção da psicologia: um estudo dos discursos e práticas normativos e higienistas

Gustavo Matheus Saides Jantara, Daniele de Andrade Ferrazza

Resumo


A presente pesquisa teve como objetivo estudar, a partir da perspectiva histórica inspirada na genealogia foucaultiana, os discursos e práticas normativas e disciplinares no nascimento da psicologia. Nessa perspectiva, o trabalho foi dividido em duas etapas: (1) investigar o nascimento da psicologia no contexto das instituições de sequestros e encarceramento com base na obra de Michel Foucault; (2) estudar as origens da psicologia no âmbito do movimento higienista brasileiro a partir das publicações realizadas nas duas primeiras edições dos Archivos Brasileiros de Hygiene Mental no ano de 1925. Concluímos que o movimento higienista brasileiro influenciou a constituição da psicologia no início do século XX que, fundamentada em tecnologias normativas atravessadas pelo disciplinamento de corpos e por estratégias de controle biopolítico, ainda podem estar presentes em discursos e práticas psicológicas na atualidade.

 

 


Palavras-chave


Genealogia; Michel Foucault; História; Higienismo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.