A base nacional comum curricular e o ensino da leitura-escrita na educação infantil

Ádma Sarmento Guimarães, Luiz Percival Leme Britto, Odavilma Calado Pompermaier, Sinara Almeida da Costa

Resumo


O estudo investiga como a BNCC-Educação Infantil trata a aquisição do Sistema de Escrita Alfabética nessa etapa de ensino. Para tanto, consideram-se duas tendências teóricas na discussão da temática que com­preendem o processo de apropriação da escrita a partir de perspectivas diferentes – identificadas como sistematista e não-sistematista. Procurou-se identificar em que aporte teórico ou tendência pedagógica a BNCC se ancora, de modo a verificar os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento propostos no campo de experiência “escuta, fala, pensamento e imaginação” da BNCC, que foca diretamente o tema da escrita. Dentre os resultados, aponta-se que a BNCC compreende ser responsabilidade da Educação Infantil a in­trodução de conhecimentos relativos ao sistema de escrita, embora de forma mitigada, e, ao mesmo tempo, contraditoriamente, incorpora a perspectivas das múltiplas linguagens e do trabalho não diretivo.


Palavras-chave


Educação Infantil; Alfabetização; Sistema de Escrita Alfabética; Leitura e escrita; BNCC.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/matraga.2022.64563

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


e-ISSN: 2446-6905 | ISSN:  1414-7165 | DOI: 10.12957/matraga


Matraga é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.