A complementaridade da gramaticalização e da construcionalização para a pesquisa da formação de marcadores discursivos em português

Mariangela Rios de Oliveira, Vania Rosana Mattos Sambrana

Resumo


O artigo defende a complementaridade de dois pressupostos teóricos funcionalistas para o estudo da mudança linguística que deriva na formação de marcadores discursivos de base verbal ver no português, como em vejamos e veja lá. Assumimos que gramaticalização (GIVÓN, 1979; HOPPER, 1991) e construcionalização gramatical (TRAUGOTT e TROUSDALE, 2013; HILPERT, 2014) podem ser compatibilizados para a descrição e a análise desses constituintes, como proposto em Traugott (2021), a partir dos contextos de uso desses constituintes (DIEWALD e SMIRNOVA, 2021).


Palavras-chave


Gramaticalização; Construcionalização; Marcador discursivo; Mudança linguística; Verbo Ver.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/matraga.2022.63694

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


e-ISSN: 2446-6905 | ISSN:  1414-7165 | DOI: 10.12957/matraga


Matraga é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.