Variação de registro na Internet: uma análise multidimensional

Douglas Biber, Jesse Egbert

Resumo


Grande parte das pesquisas linguísticas sobre a internet tem como base o estudo de características linguísti­cas específicas que ocorrem na linguagem da internet (por exemplo, o uso de emoticons, abreviaturas, con­trações e acrônimos) e também os “novos” registros da internet, aqueles mais evidentes, como por exemplo, blogs, fóruns da Internet, mensagens instantâneas e tweets. A análise multidimensional (AMD) já foi utilizada para investigar registros da internet, principalmente na análise de características gramaticais fundamentais, como por exemplo, substantivos, verbos e preposições. Uma pesquisa de cunho multidimensional difere de forma teórica e metodológica da maioria das abordagens de pesquisa no campo da linguística na medida em que ela se constrói a partir da noção de coocorrência linguística, que defende a ideia de que as diferen­ças entre registros podem ser descritas de forma mais adequada quando consideramos os conjuntos de características linguísticas que possuem base funcional. Contudo, a maioria dos estudos multidimensionais já realizados anteriormente são semelhantes a outras pesquisas sobre os novos registros da internet, como por exemplo, blogs, posts do Facebook/Twitter e mensagens de e-mail. Estes são os registros que quase sempre associamos com a internet, e por isso faz sentido que eles sejam o foco da maioria das pesquisas já realizadas. No entanto, isso só mostra como sabemos pouco sobre a complexidade dos registros encontra­dos na web e os padrões de variação linguística entre eles. Este é o objetivo do presente estudo. Em vez de começar com o foco nos novos registros que são considerados interessantes por natureza, analisamos uma amostra representativa de toda a web. Os usuários finais codificaram as características situacionais e comu­nicativas de cada documento do corpus, levando a uma gama muito mais ampla de categorias de registro do que as utilizadas em qualquer outro estudo feito anteriormente: oito categorias gerais; várias categorias de registros híbridos; e vinte e sete categorias de registros específicos. Esta abordagem é capaz de gerar uma amostra muito mais inclusiva e diversificada de registros da web do que qualquer outro estudo já realizado em língua inglesa. O objetivo deste estudo é documentar os padrões de variação linguística que subjazem esses registros. Por meio da AMD, revelamos as dimensões da variação linguística da web e as semelhanças e diferenças entre os registros que compõem essas dimensões.

---

Tradução de Patrícia Pereira Bértoli, Simone Vieira Resende e Flávia Azeredo-Cerqueira.


Palavras-chave


Registros da web; Linguagem da internet; Análise multidimensional; Registros híbridos; Variação de registro.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/matraga.2021.59614

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/matraga


Matraga é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.