“Desmoronando”: análise do ethos e do pathos em uma capa da Veja

Ilana da Silva Rebello, Rosane dos Santos Mauro Monnerat

Resumo


Este trabalho, tendo como escopo teórico principal a Semiolinguística de Análise do Discurso, do pesquisador Patrick Charaudeau, analisa uma capa da revista Veja, a fim de verificar a construção que o eu-comunicante faz da pessoa política semiotizada, a partir da combinação entre textos verbal e não verbal. Com isso, verifica-se se o eu-comunicante, enquanto revista, reforça ou refuta a imagem (ethos) normalmente construída pela pessoa retratada. Ademais, a fim de que as pessoas não sejam apenas leitoras de banca, mas que, efetivamente, comprem a edição e tornem-se leitoras assíduas, a Veja, dentre as várias estratégias de credibilidade e de captação, vale-se de duas principais – o engajamento e a dramatização, provocando efeitos de pathos. Nesse sentido, além do estudo do ethos, pretende-se analisar, pelo viés da Análise do Discurso, a emoção, a partir dos efeitos visados. A análise inicial revela que não há imparcialidade ao transformar um acontecimento bruto em um acontecimento semiotizado e, portanto, já interpretado, por meio da ótica daquele que enuncia. Espera-se, com essa análise, contribuir para o ensino crítico de leitura e interpretação textual.


Palavras-chave


Semiolinguística; Ethos; Pathos; Capa de revista.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/matraga.2020.46953

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/matraga


Matraga é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.