Literatura afro-brasileira: questões teórico-críticas

Zidelmar Alves Santos, Inara de Oliveira Rodrigues

Resumo


Este trabalho tem como objetivo discutir as implicações teórico- -críticas acerca da literatura produzida pelos afrodescendentes no Brasil. São apresentadas diversas visões sobre o que seria a produção literária de autoria negra ou afro-brasileira. Destacamse principalmente as abordagens de Bernd (1988), Cuti (2010) e Duarte (2008; 2014). A questão do cânone também se sobressai devido ao processo de silenciamento e exclusão contra minorias causado por instâncias legitimadoras. Conclui-se que a concepção elaborada por Duarte, notadamente a denominada “literatura afro- -brasileira”, é a mais adequada para englobar tal produção literária, visto que, além de ser mais abrangente que as denominadas literaturas “negra” e “negro-brasileira”, por exemplo, sustenta-se sobre cinco alicerces: a temática, a autoria, o ponto de vista, a linguagem e o público.


Palavras-chave


Literatura afro-brasileira; Literatura negra; Resistência; Escrita afrodescendente.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/matraga.2020.44337

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/matraga


Palimpsesto é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.