O latim no Direito: do latim jurídico ao latim das Letras e das Ciências Humanas

Maurício Sartori Resende, Márlio Aguiar

Resumo


Este artigo propõe uma reflexão sobre o papel da língua latina dentro das práticas forenses e da cultura jurídica, defendendo que uma adequada compreensão do papel do latim dentro do universo jurídico requer maior atenção a respeito daquilo que tal língua traz para o esse universo. Para tanto, o presente trabalho faz referência à natureza histórico-linguística do então chamado latim jurídico e, em seguida, à problemática da proliferação de glossários e manuais de tal modalidade de latim que prescindem de uma reflexão linguística e histórico-cultural. Em segundo lugar, este artigo chama a atenção para a importância da compreensão do latim no latim, sobretudo para um entendimento menos raso das bases do Direito Romano e da História do Direito. Além disso, este estudo destaca o caráter linguístico do latim tanto no que toca à produção de enunciados quanto à compreensão deles, por meio de uma reflexão linguística explícita. Finalmente, o presente artigo atenta para a importância da língua latina e da cultura romana para a formação intelectual e acadêmica do jurista.


Palavras-chave


Língua latina; Latim forense; Latim jurídico; Direito Romano.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/matraga.2019.36837

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/matraga


Palimpsesto é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.