Gêneros como ações recorrentes: análise de materiais didáticos de PLE

Denise Barros Weiss, Mariana Camargo Bessa, Luciana Damasceno Kreutzfeld

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar o modo como os gêneros textuais são explorados em dois conjuntos de materiais didáticos preparados para públicos específicos. O primeiro material analisado foi elaborado pela autora Denise Barros Weiss, professora da Universidade Federal de Juiz de Fora, e utilizado em um Curso de Português como Língua Estrangeira para alunos de nível intermediário. Já o segundo material analisado foi utilizado em um curso de português como língua estrangeira ocorrido no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste) em 2016. Empregamos a definição de gêneros como ações sociais tipificadas e recorrentes, sustentada por autores como Miller (1984) e Bazerman (1994). A definição do conceito de texto sustentada por Bronckart (2012) e as noções de “propósito comunicativo" e "comunidade discursiva" elaboradas por Swales (1990) serviram de apoio à análise dos dados. Os conceitos teóricos empregados puderam iluminar o modo como analisamos os exemplos de atividades. Pretendemos, com este trabalho, demonstrar que, por meio da exploração dos usos de diversos gêneros textuais, os papéis sociais e as ações desempenhadas pelos falantes são enfatizados durante o ensino de uma língua estrangeira.


Palavras-chave


Gênero. Ação Social. Português como Língua Estrangeira. Material Didático.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/matraga.2018.33976

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


e-ISSN 2446-6905 | DOI: 10.12957/matraga


Matraga é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado em:


Licença Creative Commons
A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.