Dois diários, um ensaio e um romance: a presença de “Incidentes” e “Noites de Paris” na escrita narrativa desejada por Roland Barthes

Priscila Pesce Lopes de Oliveira, Claudia Amigo Pino

Resumo


Em seus últimos anos de vida Barthes tornou público o projeto de escrever um romance provisoriamente intitulado Vita Nova, trabalho cujos traços aparecem no curso “A Preparação do Romance”. Ao longo do curso ele escreveu também seu último livro publicado em vida, A Câmara Clara: nota sobre a fotografia, ao mesmo tempo em que trabalhava sobre os diários “Incidentes” e “Noites de Paris”, possivelmente buscando integrá-los a Vita Nova (PINO, 2010). Esses dois diários relacionam o biográfico com a imagem de autor, a autoimagem, o afeto e a escrita, questões em pauta no romance pretendido. Seus procedimentos formais, em especial os relacionados à negociação do terreno entre narração e relato, podem mostrar-se de suma importância para uma leitura de A Câmara Clara, onde essa questão concentra-se na relação do narrador com as fotografias seletas. Este artigo traça a presença de “Incidentes” e “Noites de Paris” em aspectos narrativos de A Câmara Clara que podem apontar caminhos escriturais do romance desejado por Barthes.


Palavras-chave


Roland Barthes, diário, Incidentes, A Câmara Clara, A Preparação do Romance

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/matraga.2018.32374

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/matraga


Palimpsesto é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.