Alteridades individuais: o outro no/do texto

Darcilia Simões, Flavio García

Resumo


Pretende-se com o presente artigo desenvolver uma reflexão crítica sobre o desdobramento do sujeito-autor em personas que falam no texto, ao mesmo tempo que se propõe a figura da alteridade individual. Focaliza-se a alteridade como manifestação das personagens (significando as diversas máscaras [= personas] que integram nosso eu, segundo suas interações e formam nossa personalidade). O estudo busca enfocar a relação entre o locus discursivo e a eleição do estilo lingüístico. Ao longo da análise, tecem-se considerações acerca do domínio da multiplicidade lingüística necessária aos desdobramentos dos sujeitos no exercício de papéis discursivo-textuais distintos. Assim sendo, busca-se perseguir a teoria da poliglossia interna à língua (a hipótese do poliglota na própria língua) e sua materialização nos textos. A análise se desenvolve numa perspectiva cruzada entre sóciointeracional e semiótico-funcional. Por estas matrizes teóricas, são levantados signos que possam icônica ou indicialmente promover a identificação dos desdobramentos discursivo-textuais do sujeito-autor. A materialização das mudanças estilísticas é observada por meio da reconstituição de possíveis trilhas sígnicas recuperadas na configuração das relações e mecanismos sintático- semânticos apuráveis na organização discursivo-textual.


Palavras-chave


texto e discurso; domínio da língua e poliglossia interna; alteridade individual.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


e-ISSN 2446-6905 | DOI: 10.12957/matraga


Matraga é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

Logomarca UERJ  Logomarca Instituto de Letras  Logomarca Pós-graduação

 


Indexado em:


Licença Creative Commons
A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.