“A guerra dos carneiros gays”: a (re)construção do fantasma da eugenia sexual no discurso midiático

Branca Falabella Fabrício, Luiz Paulo da Moita Lopes

Resumo


A emergência pública da identidade e cultura gay tem gerado um intenso debate sobre as sexualidades na mídia, que tradicionalmente se pauta por uma abordagem fisicalista, localizando o desejo sexual e sua expressão na biologia de nossos corpos. Ao problematizar tal visão, deslocando-a para o domínio sóciodiscursivo, desejamos colaborar para o design de um horizonte futuro no qual as sexualidades não sejam aprisionadas pelo binômio homo/ hetero nem tampouco por abordagens fisiológicas. É justamente a possibilidade de produção de novos sentidos que nos leva a examinar práticas discursivas na mídia através da proposta de articulação de ações desconstrutivistas (em práticas discursivas hegemônicas) e positivas (em práticas discursivas inovadoras) em Análise Positiva do Discurso (MARTIN, 2004). Associando tais ações à Teoria dos Posicionamentos (DAVIES; HARRÉ, 1999) e a categorias da Sociolingüística Interacional (TANNEN; WALLAT, 1987/1998), focalizamos um artigo sobre “carneiros gays”, publicado em um jornal de grande circulação no país. A análise mostra que, ao entrecruzar várias vozes, abrindo espaço para diferentes perspectivas, a matéria se posiciona de forma ambígua em relação ao paradigma biológico; deixa, portanto, uma brecha para a problematização do reducionismo de tal abordagem, o que configura a possibilidade de inaugurar significados inovadores sobre a sexualidade.


Palavras-chave


Discurso Midiático; Sexualidade; Análise Positiva do Discurso.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/matraga


Palimpsesto é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.