Considerações sobre a recepção da obra de Machado

Maria Antonieta Jordão de Oliveira Borba

Resumo


Este ensaio constitui uma reflexão sobre a recepção da obra de Machado de Assis, considerando os pressupostos teóricos implicados nas interpretações produzidas. Serão discutidas concepções sobre o papel dos intelectuais e políticos brasileiros do final do século XIX, em contraste com aquele assumido por Machado, como autor de narrativas ficcionais. O ensaio aborda ainda questões de ordem estética, quando se faz uso da expressão “realismo” literário. Alguns artigos críticos serão comentados, à medida que permitirem discutir aspectos teóricos relativos às estratégias ficcionais da obra do escritor brasileiro.


Palavras-chave


recepção; interpretação; realismo; estética.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/matraga


Palimpsesto é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.