Alcibíades redivivo: interpretação e retrato

Eunice Terezinha Piazza Gai

Resumo


O texto apresenta uma interpretação do conto “Uma visita de Alcibíades”, de Machado de Assis. Considerando que a biografia de Alcibíades, elaborada por Plutarco, é a fonte de inspiração para o autor brasileiro, busca estabelecer as relações entre os textos e a visão do mundo que apresentam. Os dois autores são classificados como retratistas no contexto da cultura ocidental, por isso, o estudo contempla alguns aspectos relevantes que caracterizam essa atividade. Procura mostrar que o conto constitui um interessante retrato do grego Alcibíades e é representativo de uma das grandes tendências da estética machadiana que é o estudo de caracteres. Constata outrossim que o texto de Machado constitui uma interpretação daquele de Plutarco que, por sua vez, também é uma interpretação. E o tema central de ambos os retratos é a sedução exercida pela personagem, tendo em vista as diferentes implicações que semelhante caráter possui do ponto de vista ético.


Palavras-chave


interpretação; retrato; estética.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


e-ISSN 2446-6905 | DOI: 10.12957/matraga


Matraga é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

Logomarca UERJ  Logomarca Instituto de Letras  Logomarca Pós-graduação

 


Indexado em:


Licença Creative Commons
A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.