Léxico e música popular: um estudo que dá samba

Flávio de Aguiar Barbosa

Resumo


Como contribuição para os estudos sobre as variedades populares do português do Brasil, compilei neste estudo um corpus de sambas de três autores atuantes nas primeiras décadas do século XX, na cidade do Rio de Janeiro: Ismael Silva, Cartola e Paulo da Portela. Esses são compositores considerados modelares para o samba carioca do período, constituindo lideranças de três escolas de samba históricas da cidade: Deixa Falar, Mangueira e Portela. Neste artigo, além de apresentar brevemente o percurso da pesquisa e os resultados obtidos na análise do corpus, enfatizarei o estudo das unidades lexicais complexas e do vocabulário de especialidade do samba.


Palavras-chave


Lexicografia; Linguística de Corpus; Samba urbano carioca; Análise do Discurso.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/matraga


Palimpsesto é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.