A RETÓRICA EM FRANCO MORETTI: SEUS DESDOBRAMENTOS

Pedro Dolabela Chagas

Resumo


Apresentação da problemática retórica na obra de Franco Moretti; esclarecimento da sua afinidade com a “retórica da argumentação” (relativa à política e ao direito). A sua mobilização da retórica para a fundamentação teórica e metodológica de uma “história social das formas literárias”, que observaremos nalguns de seus pressupostos e desdobramentos principais, quais sejam: 1) a função social da literatura como instrumento de “produção de consenso”; 2) a concepção da literatura como produção cultural; 3) a proposição de uma “história lenta” da literatura, mais afim ao evolucionismo que à sucessão de “estilos de época” ou ao Zeitgeist hegeliano; 4) a eleição da análise retórica como paradigma de cientificidade para a crítica literária. Em meio a isso, situa-se a polêmica de Moretti contra certos valores dominantes na crítica e na historiografia, numa contribuição aos estudos literários que, da perspectiva do artigo, permanece atual.


Palavras-chave


Retórica; história literária; teoria da literatura; Franco Moretti

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


e-ISSN: 2446-6905 | ISSN:  1414-7165 | DOI: 10.12957/matraga


Matraga é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.