INTRODUÇÃO AO CARÁTER MISTO DOS GÊNEROS POÉTICOS E RETÓRICOS

Maria do Socorro Fernandes de Carvalho

Resumo


O presente artigo traz algumas reflexões preliminares sobre a ocorrência e contínua ascensão dos mistos nos poemas escritos no século XVII em língua portuguesa. Mesmo gêneros poéticos convencionais, imitados de autores modelares antigos, como Virgílio, foram apropriados a partir da inclusão da mescla de componentes textuais de outros gêneros, e assim reafirmaram seus lugares na convenção da poesia instruída por retóricas antigas e modernas. O artigo traz uma apreciação breve do conceito de gênero, o misto e relações entre poética e retórica.


Palavras-chave


Barroco; século XVII; retórica; poética; imitação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/matraga


Palimpsesto é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre DRJI MIAR BASE Logo University of Texas Libraries   UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB Google Acadêmico DOAJ Journal Tocs DOAJ


Licença Creative Commons

A Matraga utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.