Aprendendo a ser mulher no cárcere

Isabela Cristina Alves Araújo, Luana Hordones Chaves

Resumo


Com o propósito de abordar as expectativas dos papéis de gênero no sistema prisional, tratamos, neste artigo, de temas relacionados à maternidade, à sexualidade, às relações conjugais e ao cotidiano nas prisões. Para tanto, analisamos os dados qualitativos e quantitativos de uma pesquisa realizada nas unidades prisionais femininas da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Como resultado, temos que os tradicionais papéis de gênero regem, em grande medida, a experiência de ser mulher no cárcere.


Palavras-chave


Prisão; Encarceramento feminino; Papéis de gênero

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/irei.2021.60650

Direitos autorais 2021 Isabela Cristina Alves Araújo, Luana Hordones Chaves

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.