Processos de saúde e doença no campo sagrado e as narrativas de ressignificação corpórea: O caso das cirurgias espirituais no Hospital Espiritual Casa de Hansen

Valquíria da Silva Barros, Rosane Cristina Oliveira, Renato da Silva

Resumo


O objetivo deste artigo é discutir os processos de saúde e doença, tendo como principal foco da análise as narrativas de ressignificação do corpo de sujeitos submetidos às práticas de cura no campo do sagrado, as chamadas cirurgias espirituais. O lócus da pesquisa é o Lar Espiritual Sagrado Coração de Jesus – Casa de Hansen (também conhecido como Hospital Espiritual Casa de Hansen), situado na cidade do Rio de Janeiro. Argumentamos que as práticas terapêuticas populares intermediadas pelas religiões constituem dispositivo para a construção dos sentidos sobre a doença, funcionando de forma complementar ao modelo biomédico. Assim, na contemporaneidade, observa-se a religiosidade de forma desinstitucionalizada, privilegiando a autonomia dos indivíduos, destacando a categoria “espiritualidade” como o principal intermediário entre o sujeito e Deus. Metodologicamente, este trabalho alicerça-se na pesquisa qualitativa, exploratória e etnográfica, chamando a atenção para a análise das entrevistas realizadas no Hospital Espiritual Casa de Hansen.


Palavras-chave


Corporeidade; Processos de cura; Doença; Sagrado; Saúde

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/irei.2021.60647

Direitos autorais 2021 Valquíria da Silva Barros, Rosane Cristina Oliveira, Renato da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.