Jovens católicos brasileiros: presentes e ativos em sua igreja

Cecília Mariz, Wânia Mesquita, Michelle Piraciaba de Araújo

Resumo


A literatura sobre religião e juventude na sociedade contemporânea aponta para um processo de individualização das experiências religiosas que tem afastado os jovens das igrejas e das instituições religiosas em geral. No entanto, os dados coletados tanto em um survey realizado durante a Jornada Mundial da Juventude de 2013 no Rio de Janeiro quanto em estudo qualitativo com jovens católicos universitários que participaram desse evento apontam para uma tendência contrária à descrita pela literatura citada. Em ambos os estudos os jovens declaravam-se praticantes e com forte vínculo com a Igreja Católica. Este artigo reflete sobre esses dados procurando maior entendimento sobre jovens católicos brasileiros que declaram participar mais de atividades religiosas de sua igreja do que os católicos estrangeiros e mais do que os evangélicos brasileiros.
Palavras-chave: Juventude. Catolicismo. Prática religiosa.


Palavras-chave


Ciências Sociais. Interdisciplinar. Antropologia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/irei.2018.39033