Os Jovens e a Religião na Sociedade Contemporânea (Apresentação)

Cecília Mariz, Paulo Gracino Junior, Wânia Mesquita

Resumo


A força de discursos religiosos conservadores na sociedade e política
brasileiras parece crescer a cada ano no Brasil. Mais evidentes durante
campanhas eleitorais, esses discursos são confrontados por vários
setores sociais, majoritariamente jovens, que questionam a tradição e o
conservadorismo. Como se posicionam os jovens pertencentes aos distintos grupos religiosos nesse contexto de oposições tensas? Tal questão já vinha se colocando há alguns anos para diferentes pesquisadores especializados no estudo da religião. A chegada de um evento católico internacional ao Rio de Janeiro fez com que a preocupação compartilhada se transformasse em um projeto coletivo, proposto e desenvolvido por um grupo interinstitucional de pesquisadores. A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de 2013 se colocava para esse grupo como uma ocasião propícia para coleta de dados e analise da questão, ao menos no campo católico. O estudo de jovens católicos levou o grupo a pensar em comparações com jovens de religiões diferentes. A origem deste Dossiê está relacionada a esse projeto e, portanto, também a esse evento.


Palavras-chave


Periódico. Ciências Sociais. Intersdiciplinaridade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/irei.2018.39011