Tradições de agressividade, disciplina e sistema de internação de jovens em Alagoas (1980-2015)

Fernando Rodrigues

Resumo


Propõe-se uma análise do curso de tradições de agressividade e disciplina expresso no perfil de monitores do sistema de internação alagoano nas últimas quatro décadas. Destaca-se a relação entre aspectos da distribuição de poder político – policial e eleitoral – e a reprodução de instabilidades administrativas no sistema socioeducativo, repercutindo na padronização de práticas e ideais disciplinares entre monitores. Aborda-se o recente movimento de intensificação do encarceramento juvenil em Alagoas e a oscilação na direção da gestão disciplinar das unidades, ora pendendo para uma perspectiva de monitores socioeducadores ora tendendo para uma orientação de agente penitenciário.

Palavras-chave: Agressividade. Disciplina. Sistema de Internação de Adolescents.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/irei.2017.32022

Direitos autorais