A Sagrada Inveja: reflexões sobre emoções e interações competitivas entre trabalhadores fabris

Beatriz Rodrigues Kanaan

Resumo


As reflexões trazidas neste texto fazem parte da minha tese de doutorado, na qual procuro compreender os dispositivos presentes na constituição de um tipo específico de trabalhador observado na Serra Gaúcha, importante polo industrial no Rio Grande do Sul. Aqui especificamente, coloco em foco um sentimento compartilhado entre trabalhadores-(i)migrantes dessa região industrializada presente nas rivalizações e nas interações competitivas ao qual se referem como “inveja”. As análises procuram evidenciar a capacidade micropolítica das emoções na recriação de um coletivo que emerge e se distingue cultural e economicamente em uma conjunção de fatores inseridos nos fluxos do mundo globaliza do que aí ocorre de maneira particular e universal.

Palavras-chave: Antropologia. Emoções. Trabalho.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/irei.2017.30404

Direitos autorais