As denúncias de torturas e torturadoresa partir dos cárceres políticos brasileiros

Janaína de Almeida Teles

Resumo


O período ditatorial brasileiro foi marcado por notórios abusos aos direitos humanos, perpetrados pelas forças repressivas, dentro de uma intrincada estrutura de poder que uniu órgãos dedicados à vigilância social, unidades militares, polícia civil e política. Neste contexto, a sistematização e divulgação das denúncias acerca dos abusos estatais teve papel determinante no desgaste do regime. Este estudo apresenta o resultado de uma pesquisa de campo em que foram realizadas 107 entrevistas com ex-presos políticos, advogados e militantes de direitos humanos que tiveram atuação relevante no período, com o objetivo de auxiliar a compreensão dos caminhos seguidos para sensibilizar a opinião pública nacional e internacional acerca da extensão da violência estatal que se praticava no Brasil. Estas entrevistas levaram à produção de balanços críticos originais sobre a atuação dos presos políticos e seu legado, os quais são apresentados à luz de referências teóricas pertinentes.

Palavras-chave: Ditadura militar. Tortura. Presos políticos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/irei.2014.13459

Direitos autorais