Relato de experiência sobre o uso de metodologias ativas de ensino-aprendizagem para a formação docente contemporânea.

Pablo Ferreira das Chagas, Luciana Chain Veronez, Marisa Ramos Barbieri, Carlos Alberto Scrideli, Elvis Terci Valera, Luiz Gonzaga Tone

Resumo


A extensão universitária tem ampliado seu campo de atuação junto ao Ensino e à Pesquisa nas instituições públicas e privadas. Com a finalidade de avaliar os pressupostos e metodologias na tríade ensino-pesquisa-extensão, esse relato de experiência teve como objetivo refletir e analisar nossa didática como extensionistas na relação professor-aluno, frente a um projeto de extensão voltado ao ensino do câncer para alunos da rede pública de ensino. Este projeto foi executado através do programa educacional Casa da Ciência da Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto, o Pequeno Cientista, em parceria com a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. A construção da prática pedagógica e a aproximação do aluno-professor foram as principais abordagens relatadas. Ressaltamos a importância da extensão universitária como alicerce fundamental na formação docente para o ensino de Ciências em perspectiva aos processos de formação e atuação do professorado.


Palavras-chave


metodologias ativas. formação docente. ensino de ciências. câncer.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2021.56954

ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ