Estudo de Público da Exposição Circuito Plantas Exóticas da Vila Dois Rios em Ilha Grande – Angra dos Reis, Rio de Janeiro - Brasil

Nattacha dos Santos Moreira, Warlen Silva da Costa, Paulo Ricardo Artulano Rosa, Raphaella Moreira Pierre, Matheus da Silva Tirado, Marcelo Fraga Castilhori, Ricardo Carneiro da Cunha Reis, Carla YGubáu Manão, Cátia Henriques Callado

Resumo


A exposição Circuito Plantas Exóticas da Vila Dois Rios é uma iniciativa do Parque Botânico do Ecomuseu Ilha Grande. Representa uma experiência inovadora, que socializa informações e incentiva à reflexão crítica sobre os impactos de plantas exóticas na biodiversidade, atuando como subsídio à conservação dos ecossistemas da Ilha Grande. Conhecer o perfil do público visitante permite adequar a comunicação entre exposição e visitante e assim atingir efetivamente a sua proposta educativa. Sendo assim, este trabalho teve por objetivos identificar nos visitantes: (1) o perfil sociodemográfico; (2) o conhecimento quanto à área e a motivação para visitá-la; (3) o conhecimento quanto às plantas exóticas e seus impactos e (4) o conhecimento sobre a própria exposição. Os resultados indicam que a maioria dos visitantes foi adulta, entre 24 e 49 anos, sem predomínio de gênero e majoritariamente brasileiros (89%). Os visitantes apresentaram considerável conhecimento sobre a localidade. Entretanto, desconheciam a gestão da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) no local. Além disso, o estudo confirmou o desconhecimento do público sobre as espécies exóticas e o impacto destas sobre os ecossistemas naturais. Cabe ressaltar que os resultados obtidos neste trabalho reforçam o potencial educativo do Circuito acerca da temática plantas exóticas e seus impactos na Ilha Grande e destacam a necessidade de aumentar a divulgação da exposição.

Palavras-chave


Circuitos turísticos, Educação em Museus, Educação Ambiental, Ecoturismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2021.55168


ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ