Contribuição das Oficinas Pibid/UESPI/2014 para a Formação dos Acadêmicos das Licenciaturas

Umbelina Saraiva Alves, Elilian Basílio e Silva

Resumo


O presente artigo trata da contribuição das oficinas Pibid/UESPI/2015 para a formação dos acadêmicos das licenciaturas. Pretendeu-se como objetivo geral: verificar a contribuição das oficinas desenvolvidas pelo Pibid/UESPI para a formação dos graduandos de licenciatura em atuação nas escolas públicas. As oficinas avaliadas apresentam-se como ação do plano de trabalho do Pibid/PI desenvolvido nos Campi dos municípios de atuação do PIBID. A relevância da atividade ocorreu devido ao aperfeiçoamento do acadêmico para atuar como usuário da Língua Portuguesa na Educação Básica e contribuir para a melhoria do processo em formação. Buscou-se o foco da discussão sobre o programa na abordagem da importância dos saberes da formação acadêmica dos bolsistas do Pibid, paralela às práticas desenvolvidas nos subprojetos Pibid/UESPI. Na realização desta pesquisa, optou-se em trabalhar com uma abordagem bibliográfica de fundamentação em Ramos (2012), França (2009), Tardif (2002) dentre outros e de campo, com análise de dados documentais da participação de dezessete turmas da oficina de “Escrita e Produção Textual” desenvolvida nos municípios: Piripiri, Parnaíba, Oeiras, Picos, Floriano, São Raimundo Nonato e Campo Maior além de análise de questionário e pela observação e diálogo durante as visitas aos Campi como coordenadoras, institucional e de gestão do Pibid/UESPI. As oficinas oportunizaram aos pibidianos fazer melhor uso da língua para inserir-se de forma fundamentada na realidade educacional das escolas públicas piauienses.

Palavras-chave


Pibid/UESPI; Oficinas; Formação Acadêmica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2016.27858

ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ