Escritórios-piloto como mediação para o ensino-pesquisa-extensão em cursos de arquitetura e urbanismo

Monica Villela, Lucília Machado

Resumo


Este ensaio resulta de investigação realizada para fins de conclusão de um mestrado. Ela discutiu fundamentos, princípios, objetivos e condições concernentes à proposta de implantação de escritórios-piloto em cursos de Arquitetura e Urbanismo. Para tanto, procedeu-se à revisão de literatura e à consulta a professores e alunos de cursos de Arquitetura e Urbanismo de duas instituições universitárias, uma pública e outra privada. Além de informar, este ensaio contém elementos persuasivos, tais como recomendações ou sugestões sobre a implantação de escritórios-piloto como aparatos pedagógicos de formação de arquitetos socialmente referenciados e de contribuição para o desenvolvimento local. Trata-se de texto expositivo, argumentativo e de orientação técnica, dirigido, especialmente, a professores e alunos de cursos de Arquitetura e Urbanismo e a todos os que possam se interessar pelo tema ou que tenham prerrogativas de decisão a esse respeito. 


Palavras-chave


Ensino-pesquisa-extensão. Escritório-piloto. Arquitetura e Urbanismo. Desenvolvimento local.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2017.24739


ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ