O PAPEL DAS CIDADES (INTER) MÉDIAS PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL: um estudo a partir dos centros subregionais (Pau dos Ferros-RN, Cajazeiras-PB e Sousa-PB)

Joseney Rodrigues de Queiroz Dantas, Maria do Livramento Miranda Clementino

Resumo


DOI: 10.12957/geouerj.2013.6915

Os estudos sobre as cidades médias no Brasil ganham destaque no meio acadêmico e na elaboração de políticaspúblicas nos anos 1970. Com o novo contexto econômico da globalização e as reconfigurações territoriais,alguns autores tem proposto a utilização do termo cidade intermédia ou cidade intermediária, em cujo escopoestá embutido critérios de natureza qualitativa, inclusive a idéia de um espaço de relações estruturado em nós efluxos. Na região Nordeste, o processo de urbanização foi lento, atomizado, geográfico e economicamentedisperso, o que resultou numa rede urbana truncada, constituída principalmente por suas nove capitais regionaise cerca de duas dezenas de cidades de porte médio, em sua maioria interiorizadas. É a partir dessa ‘rede urbananordestina interiorizada’ que buscamos compreender as funções fundamentais de Pau dos Ferros(RN), Souza eCajazeiras(PB) no desenvolvimento regional e o papel que elas desempenham nas suas respectivas regiões deinfluência que perpassam a raia divisória RN-PB-CE. À priori essas funções seriam oferecer empregossuficientes para acolher a população rural do entorno e absorver a população dos núcleos urbanos saturados efacilitar as condições de vida. Em termos gerais, o que se pode observar é que o comércio e os serviços tem umaparticipação relativa muito alta na composição do PIB das três cidades, reforçado pela participação do Estado,com destaque para a oferta dos serviços de educação, inclusive superior e saúde, além da oferta de empregos,notadamente no comércio e nos serviços públicos, o que nos permite tratá-las à priori como cidades (inter)médias.

Palavras-chave: cidades médias, rede urbana nordestina interiorizada, centros sub-regionais, desenvolvimentoregional, Pau dos Ferros-Cajazeiras-Sousa.

 

ABSTRACT

Studies on medium-sized cities in Brazil gain prominence in the academic and public policies development inthe 1970s. With the new economic context of globalization and territorial reconfigurations, some authors have proposed the use of the term intermediate city or town intermediary, whose scope is built on qualitative criteria,including the idea of a structured space of relations and flows in us. In the Northeast, the urbanization processwas slow, fragmented, dispersed geographic and economically, which resulted in a truncated urban network,which consists primarily of its nine regional capitals and about two dozen medium-sized cities, mostlyinteriorized. It is from this 'urban network northeastern interiorized' we seek to understand the fundamentalfunctions of Pau dos Ferros (RN), Souza and Cajazeiras (PB) in regional development and the role they play intheir respective regions of influence that permeate the ray partition RN-PB-CE. A priori these functions wouldoffer enough jobs to accommodate the population surrounding rural and absorb the population of urban areassaturated and ease living conditions. In general terms, what can be seen is that trade and services has a very highrelative share in the PIB composition of the three cities, reinforced by the participation of the state, especially theprovision of education services, including higher and health, beyond of jobs, particularly in trade and publicservices, which allows us to treat them as a priori intermediate cities.

Keywords: medium-sized cities, urban network Northeastern interiorized, sub-regional centers, regionaldevelopment, Pau dos Ferros-Cajazeiras-Sousa.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2013.6915



Direitos autorais



ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons