A CONDIÇÃO EVANGÉLICA DA GLOBALIZAÇÃO E A ESTRATÉGIA POLÍTICO-ESPACIAL DA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS

Mônica Sampaio Machado, Gustavo Luiz Xavier de Abreu

Resumo


O objetivo deste texto é refletir sobre a expressão do pentecostalismo protestante a partir do Brasil. Tem-se como hipótese que o pentecostalismo é uma manifestação social americana, associada às qualidades espaciais da atual globalização, condicionada pela urbanização generalizada. Uma globalização que foi se intensificando no final do século XX, a partir da América e do seu modelo capitalista. Sustentado na hiperprodução de necessidades e mercadorias que transbordam o consumo, esse modelo americano dilatou a urbanização por todos os lados e difundiu valores e comportamentos empreendedores de forma surpreendente, principalmente pela imposição da desregulamentação da economia e do trabalho. Organizado em três partes, este artigo inicialmente apresenta algumas referências conceituais sobre a atual globalização associando-a à urbanização. Em seguida, são apresentados dados sobre o urbano na atualidade para localizar o Brasil nesse contexto. A terceira parte é dedicada ao protestantismo pentecostal, sobretudo ao estudo da dinâmica espacial de uma de suas ramificações, a igreja neopentecostal Universal do Reino de Deus, uma criação eminentemente brasileira que, nascida do subúrbio carioca, em 1977, se estendeu para o mundo. Misturando fé e política e associando formas e estratégias de difusão tradicionais e modernas, a Universal é um excelente exemplo dessas novas manifestações sociais da globalização aos moldes americanos.

Palavras-chave


Evangélicos pentecostais. Globalização. Urbanização generalizada. Estratégia político-espacial. Igreja Universal do Reino de Deus.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2020.56895



Direitos autorais 2020 Mônica Sampaio Machado, Gustavo Luiz Xavier de Abreu

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons