Ilha Grande: simbolismos e mitos que construíram um santuário ecológico

Salete Rodrigues de Alcântara

Resumo


As razões que levam os homens à contemplação da natureza e à constante busca de uma relação harmoniosa com o meio podem ser encontradas a partir da Antigüidade, através de uma Geografia mais imaginária que real. É nesse contexto que vemos o nascimento das idéias a respeito do isolamento que a ilha oferece, representando um refúgio, um ambiente de harmonia e felicidade, enfim, um paraíso a ser preservado. E é nessa linha de pensamento que apresentamos aqui uma tentativa de entender a preocupação em transformar a Ilha Grande, situada no Rio de Janeiro, em nosso santuário ecológico".


Palavras-chave


Ilha Grande; Ecologia; Imaginário; Mitos; Ilhas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2001.49129



Direitos autorais 2020 Salete Rodrigues de Alcântara

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons