O corpo e a cidade: a epidemia de febre esportiva no Rio de Janeiro (1890-1920)

Gilmar Mascarenhas de Jesus

Resumo


A incipiente urbanização brasileira colonial conformou um cenário de parcos e pouco dinamizados espaços públicos. O processo geral de modernização urbana, que se verifica principalmente a partir de meados do século XIX, permite uma crescente renovação de usos dos espaços públicos da cidade, e neste processo inserimos a adesão maciça aos esportes. Tomando a cidade do Rio de Janeiro durante as primeiras décadas da República como estudo
de caso, procuramos apresentar este movimento de adoção e exibição de práticas esportivas e contextualizá-lo.


Palavras-chave


Urbanização; Espaços Públicos; Esportes.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.1999.49052



Direitos autorais 2020 Gilmar Mascarenhas de Jesus

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons