FLUXOS TRANSNACIONAIS E ESPAÇOS EM RECONVERSÃO ECONÔMICA: ANÁLISE DO CASO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA BARRA, RJ

Rosélia Piquet, Hevilmar Carneiro Rangel, Richard de Castro

Resumo


O texto tem como objetivo analisar o papel do Complexo Portuário e Industrial do Açu em seus aspectos econômicos no município de São João da Barra, RJ, sede do complexo. A elaboração do texto baseou-se, além de pesquisa bibliográfica e documental, em dados de pesquisa de campo, a qual teve como objetivo o levantamento do perfil das novas empresas que se localizaram no porto, suas relações econômicas com a região e seu relacionamento com as administrações locais. Os resultados deste levantamento indicam que, dada a complexidade das operações por elas desenvolvidas, as relações comerciais com empresas locais são frágeis, especialmente os gastos com a aquisição de equipamentos e mão de obra especializada, que não foi nem será tão cedo contratada localmente, o que limita, e muito, a capacidade indutora desses investimentos sobre a economia local/regional. Por meio das respostas dos representantes do setor público, é possível concluir que, nos municípios da região, há virtual ausência de políticas públicas de longo prazo voltadas para o desenvolvimento; que os seus interlocutores são frágeis perante as grandes corporações e os governos locais desprovidos de visão estratégica enquanto formuladores de políticas públicas.

Palavras-chave


Porto do Açu. Desenvolvimento. Emprego. São João da Barra

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2020.48416



Direitos autorais 2020 Rosélia Piquet, Hevilmar Carneiro Rangel, Richard de Castro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons