O PLANEJAMENTO TERRITORIAL NA FRANÇA E NO BRASIL: UMA ABORDAGEM COMPARATIVA

Antonio Paulo Cargnin, Bruno de Oliveira Lemos, Aldomar Arnaldo Rückert

Resumo


O artigo realiza uma comparação entre as abordagens territoriais das políticas públicas no Brasil e na França, até a década de 80 e desta data aos dias atuais, com destaque para a Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR) brasileira e os Contratos de Plano Estado-região (CPER) franceses. Embora esses dois países possuam formações político-econômicas diferentes, a centralidade que o tema ocupa na agenda estatal francesa e a abordagem intersetorial, contrastam com a marginalidade das políticas desenvolvida pelo governo brasileiro. O texto parte da hipótese de que, no Brasil, a construção de políticas territoriais com foco na redução das desigualdades regionais, enfrentou, em sua história recente, dificuldades pela ausência de um projeto nacional de desenvolvimento estruturado, agravado pelo processo de fragmentação clientelística presentes na estruturação do Estado brasileiro.


Palavras-chave


planejamento territorial, contratos de plano, políticas de desenvolvimento regional, políticas públicas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2020.43601



Direitos autorais 2020 Antonio Paulo Cargnin, Bruno de Oliveira Lemos, Aldomar Arnaldo Rückert

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons