PARTICIPAÇÃO E PROTAGONISMO FEMININO NOS PROGRAMAS DE FOMENTO À AGRICULTURA FAMILIAR NO INTERIOR PAULISTA

Fernando Veronezzi, Elpidio Serra

Resumo


Nos assentamentos rurais de Araras e Jaboticabal, as mulheres associadas à Organização de Mulheres Assentadas e Quilombolas do Estado de São Paulo (OMAQUESP), são protagonistas no que se refere à participação em Programas Governamentais de Apoio à Agricultura Familiar. Nesse sentido, o objetivo desse trabalho é o de demonstrar, a partir das ações por elas desempenhadas no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e o Programa Paulista de Agricultura de Interesse Social (PPAIS), como constroem suas lutas contra as invisibilidades e pelo reconhecimento de seus trabalhos, criando estratégias que promovam a transformação de suas comunidades rurais. Por meio de entrevistas, trabalhos de campo e de referenciais bibliográficos, observou-se ainda que, o desempenho das mulheres, no comando desses Programas, contribui para a diversidade de produção agrícola, em realidades como a do Estado e dos municípios de Araras e Jaboticabal, caracterizadas pelo domínio da produção de commodities do agronegócio.


Palavras-chave


Assentadas; OMAQUESP; Agricultura familiar; Programas Governamentais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2020.34267



Direitos autorais 2020 Geo UERJ

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons