ORGANIZAÇÃO TERRITORIAL E METRÓPOLES SECUNDÁRIAS NO BRASIL E ARGENTINA (CURITIBA/BR E TUCUMÁN/AR)

Julio Cesar Botega Carmo

Resumo


Busca-se caracterizar e relacionar a organização das federações brasileira e argentina, destacando as funções institucionais, o poder político sobre o território e os reflexos de tal cenário na organização das redes urbanas de cada país. Na sequência, se apresenta um estudo de caso, destacando a organização e qualificação das metrópoles secundárias, enquanto centros de articulação econômica e territorial, de relevância em seus contextos nacionais, particularizado no estudo analítico e comparativo entre as cidades de Curitiba (BR) e Tucumán (AR), apresentando por fim, características das metrópoles secundárias e a relevância do conhecimento sobre as cidades nesta categoria.


Palavras-chave


Metrópoles Secundárias, Curitiba (Brasil), Tucumán (Argentina)

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2020.33056



Direitos autorais 2020 Geo UERJ

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons