CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E GESTÃO INTEGRADA NO MOSAICO SERTÃO VEREDAS PERUAÇU – NORTE DE MINAS GERAIS / CONSERVATION OF THE NATURE AND INTEGRATED MANAGEMENT IN MOSAIC SERTÃO VEREDAS PERUAÇU - NORTH OF MINAS GERAIS

Geraldo Inácio Martins

Resumo


A proposta dos Mosaicos de Áreas Protegidas, enquanto estratégia de gestão ambiental, ganhou existência normativa a partir do Sistema Nacional de Unidades de Conservação-SNUC, em 2000. No entanto, estratégias de gestão integrada e territorial da conservação ambiental ultrapassam este marco normativo. A intenção deste texto é demonstrar como se constituiu a ideia dos mosaicos e como esta se tornou concreta na experiência empírica do Mosaico Sertão Veredas Peruaçu- MSVP. Para isso, metodologicamente, analisamos os documentos referentes à proposta de reconhecimento de mosaicos e sua inserção na legislação brasileira, bem como, o documento técnico de gestão do MSVP, o Plano de Desenvolvimento de Base Conservacionista – Plano DTBC, portarias de reconhecimento e os Boletins de Cooperação entre a França e o Brasil. Com este texto demonstramos as dificuldades de compatibilizar os diversos anseios e interesses que se coloca entre a conservação da natureza e as estratégias de desenvolvimento e os desafios da gestão integrada e participativa no MSPVP.

Palavras-chave


Mosaico de Áreas Protegidas. Unidades de Conservação. Gestão Integrada. Plano DTBC. Desenvolvimento de base conservacionista territorial.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2018.27337



Direitos autorais 2018

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons