ASPECTOS GEOECONÔMICOS DA CADEIA PRODUTIVA DA SOJA NO ESTADO DE SANTA CATARINA: PRODUÇÃO E CIRCULAÇÃO / GEOECONOMIC ASPECTS OF THE SOYBEAN PRODUCTION CHAIN IN THE STATE OF SANTA CATARINA: PRODUCTION AND CIRCULATION

Roberto César Costa Cunha, Wander Luís de Melo Cruz

Resumo


doi: 10.12957/geouerj.2017.26863

Este artigo tem por objetivo demonstrar algumas das recentes transformações que ocorreram desde a década de 1990 na cadeia produtiva da soja, tendo como recorte espacial o estado de Santa Catarina. Nele abordamos alguns dos principais elementos que justificam o dinamismo e à expansão da cultura da soja no território catarinense, assim como analisamos às rotas e o quadro de transportes e logística agroindustrial da soja em Santa Catarina. É interesse analisarmos como o dinamismo do agronegócio brasileiro está associado aos fatores internos “da porteira para dentro”, enquanto os principais pontos de estrangulamento estão geralmente associados à fatores externos “da porteira para fora” como a literatura costuma apontar. Nesse trabalho demonstramos de forma concisa à assimetria qualitativa e quantitativa entre agentes e as infraestruturas responsáveis pela produção e circulação da soja em Santa Catarina.


Palavras-chave


Cadeia produtiva da soja; Santa Catarina; Produção; Transportes e logística.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2017.26863



Direitos autorais



ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons