ANÁLISE DA VEGETAÇÃO RIPÁRIA EM BACIA HIDROGRÁFICA UTILIZANDO ÍNDICE DE VEGETAÇÃO NORMALIZADA (NDVI) NO MUNICÍPIO DE MARINGÁ-PR / ANALYSIS OF RIPARIAN VEGETATION IN A WATERSHED USING NDVI INDEX IN MARINGA-PR

Heloise Beatriz Quesada, Guilherme Redondo, Lais Gimenes Vernasqui, Pedro Henrique Jandreice Magnoni, Eudes José Arantes

Resumo


doi: 10.12957/geouerj.2017.26737

O Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) pode ser obtido a partir do processamento digital de imagens de satélite, baseado nas diferentes refletâncias que a cobertura vegetal emite a diferentes radiações solares. O objetivo deste estudo foi realizar a análise comparativa de diferentes valores NDVI da vegetação ripária de uma bacia hidrográfica localizada no município de Maringá-PR, de diferentes períodos de 2015. As imagens de satélite foram obtidas na página do United States Geological Survey, sendo utilizada a cena Landsat 8 223-076. O NDVI foi calculado no QGIS 2.8.8. Nas áreas mais próximas aos rios, foram verificados os maiores valores de NDVI, o que pode estar relacionado à disponibilidade hídrica e porte da vegetação. Os dados, juntamente com o teste de Kruskal-Wallis e similaridade, indicaram maior semelhança entre os meses referentes ao verão - outono, e inverno - primavera. Não houve relação clara entre as curvas do NDVI com a precipitação, temperatura e evapotranspiração, porém isso pode ser justificado pelo retardo entre a resposta do dossel em relação a mudanças ambientais. Tal comportamento poderia ser melhor observado com um período de dados maior, assim, sugere-se o uso de série histórica para trabalhos futuros.


Palavras-chave


Processamento digital de imagens; landsat 8; fatores atmosféricos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2017.26737



Direitos autorais



ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons