POTENCIAL PEDOCLIMÁTICO DO ESTADO DA PARAÍBA PARA A CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR (SACCHARUM SPP) / PEDOCLIMATIC POTENTIAL OF THE PARAÍBA STATEFOR CULTURE OF THE SUGAR CANE (SACCHARUM SPP)

Paulo Roberto Megna Francisco, Djail Santos, Eduardo Rodrigues Viana de Lima

Resumo


doi: 10.12957/geouerj.2017.23167

Este trabalho objetivou avaliar o potencial pedoclimático do Estado da Paraíba para a cultura agrícola da cana de açúcar. Na obtenção dos mapas de potencial pedoclimático, as informações do potencial dos solos foram cruzadas com as da aptidão climática considerando três cenários pluviométricos: anos chuvosos, anos regulares e anos secos. O cruzamento das informações foi realizado por meio de técnicas de geoprocessamento utilizando o software SPRING e obtendo-se os mapas do potencial pedoclimático. O resultado das interpretações foi classificado em quatro classes de potencial pedoclimático: Muito Alto, Alto, Médio, Baixo e Muito Baixo. Com o uso de técnicas de geoprocessamento foi possível a espacialização das áreas e definir os ambientes favoráveis de potencial da cultura da cana de açúcar. Foram observadas diferenças significativas na extensão territorial das classes e subclasses de potencial pedoclimático do Estado da Paraíba que apresentou variações de ordem pedológica e climática em seu território, influenciando no potencial pedoclimático para a cultura da cana de açúcar. O potencial de cultivo da cana de açúcar está concentrado no Litoral do Estado e em pequena área na região do Brejo. O potencial pedoclimático Muito Alto não foi representado no mapeamento devido as restrições pedológicas e climáticas. A exigência hídrica e pedológica para a cultura da cana de açúcar restringiu as áreas de plantio no Estado. Não foi possível mapear áreas menores, devido à escala de trabalho, havendo a possibilidade do cultivo da cultura da cana de açúcar em pequenas áreas que não foram identificadas neste trabalho.


Palavras-chave


Geotecnologias; Planejamento de uso da terra; Potencial pedológico; Probabilidade; Aptidão climática.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2017.23167



Direitos autorais



ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons