GRUPOS DE PODER, SEGREGAÇÃO E COOPERAÇÃO: OS SUÁBIOS DO DANÚBIO EM GUARAPUAVA/PR / GROUPS OF POWER, SEGREGATION AND COOPERATION: DANUBE SWABIANS IN GUARAPUAVA/PR

Marcia da Silva, Gilson Aparecido Boschiero

Resumo


doi: 10.12957/geouerj.2017.22330

Este texto busca compreender como os suábios do Danúbio, imigrantes do leste europeu (Iugoslávia, Hungria e Romênia) se constituem como grupo de poder político-econômico e a contribuição destes para o desenvolvimento da região de Guarapuava, no Centro-Sul do Paraná. Os suábios do Danúbio saíram compulsoriamente do sudeste da Europa para viver em campos de refugiados na Áustria, após a Segunda Guerra Mundial. Em decorrência, 500 famílias inscreveram-se em um projeto que visava a criação de uma cooperativa agrícola no Brasil a partir de incentivos governamentais do país e do exterior. Com a chegada ao Brasil fundaram a Cooperativa Agrária, em 1951. O texto foi elaborado a partir da investigação qualitativa obtida pela coleta de dados documentais sobre a cooperativa, a vida cultural e político-econômica dos imigrantes, dados secundários de órgãos institucionais e entrevistas. Como resultados desta investigação podemos afirmar que a instalação do grupo cooperou economicamente para o município, mas não de forma equânime. Houve, ainda, um processo de segregação (ou auto segregação/diferenciação) territorial e intensa valorização da tradição e cultura germânicas.


Palavras-chave


Suábios no Paraná; cooperação, segregação, desenvolvimento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2017.22330



Direitos autorais



ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons