O PAPEL DA GEOGRAFIA NO DEBATE SOBRE O MEIO AMBIENTE: SUPERANDO DICOTOMIAS / THE ROLE OF GEOGRAPHY IN THE DEBATE ABOUT THE ENVIRONMENT: OVERCOMING DICHOTOMIES

Daniel Azevedo

Resumo


doi: 10.12957/geouerj.2017.19223

Este artigo tem como objetivo central analisar o papel da Geografia no debate sobre as questões ambientais, problematizando a dicotomia entre Geografia Física e Geografia Humana. O meio ambiente é um tema recorrente nas discussões acadêmicas e presente em diferentes pautas políticas e, por essa razão, cabe à Geografia definir de que modo pode contribuir para o enriquecimento desse campo. Entretanto, para se encontrar em meio a essa densa discussão, a Geografia precisa, antes de tudo, questionar suas clivagens internas históricas. Este artigo demonstra como é possível pensar em Geografia Humana e em Geografia Física como áreas de produção do conhecimento geográfico, apesar de possuírem metodologias, epistemologias, teorias e conceitos diferentes. Apesar de não haver uma unidade clara na Geografia, pode haver um diálogo sadio entre suas áreas, em alguns temas que urgem por essa relação. Essa ponte precisa ir além do Homem como “fator antrópico” (sem questionar relações e diferenças culturais, econômicas e políticas) ou como a Natureza sendo exterior ao Homem. A proposta desse artigo é trazer a escala como uma possibilidade metodológica de contato entre a Geografia Humana e Geografia Física, superando dicotomias e fomentando o debate.


Palavras-chave


geografia física, geografia humana, meio ambiente, escala, dicotomia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2017.19223



Direitos autorais



ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons