FUNDAMENTOS E DINÂMICAS DA PRODUÇÃO DO ESPAÇO NO PROCESSO DE AMPLIAÇÃO DO PERÍMETRO URBANO DE DOURADOS – MS (2011-2014)

Edvaldo Cesar Moretti, Bruno Ferreira Campos

Resumo


doi: 10.12957/geouerj.2016.13015

 

Neste artigo buscamos compreender as alterações ocorridas na dinâmica do mercado urbano de terras em Dourados/MS, decorrente da ampliação do perímetro urbano, realizada no ano de 2011. O grande quantitativo de terras rurais convertidas em terras disponíveis para fins de urbanização chamou atenção por significar uma brusca alteração das condições em que se realiza a produção concreta e simbólica da cidade. Como exemplo prático de tais transformações, temos a alta nos preços imobiliários e os fenômenos urbanos resultantes das novas características de atuação de incorporadoras, construtoras e imobiliárias. Como resultado imediato, verifica-se, por exemplo, o surgimento de novos focos de ocupações urbanas consideradas irregulares e a produção de condomínios residenciais de “muro fechado”, o que evidencia o acirramento das contradições sócioespaciais urbanas.


Palavras-chave


Propriedade Privada da Terra; Produção do Espaço; Urbanização; Ocupações Urbanas Irregulares; Condomínios Residenciais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/geouerj.2016.13015



Direitos autorais



ISSN: 1415-7543 | E-ISSN: 1981-9021 | JournalDOI: https://doi.org/10.12957/geouerj

Licença Creative Commons